Lista de Materiais:

- E.V.A. Ibel pele

- E.V.A. Ibel bege

- E.V.A. Ibel marrom

- E.V.A. Ibel preto

- E.V.A. Ibel mostarda

- E.V.A. Ibel poá

- E.V.A. Ibel amarelo

- E.V.A. Ibel laranja

- E.V.A. Ibel cinza

- Cola instantânea

- Tinta

- Pincel

- Caneta permanente preta

- Retalho de tecido

- Palito de churrasco

- Tesoura

- Blush

Baixe o molde clicando AQUI.

 

1. Transfira os moldes para o E.V.A. na cor escolhida para cada parte

2. Recorte tudo

3. Hora de pegar pincéis, tintas e partir para o sombreado

4. Na aba do chapéu, faça tipo um joguinho da velha com pincel e tinta marrom

5. Veja como ficou após o sombreado e o detalhe do chapéu:

6. Para fazer as trancinhas, corte dois conjuntos com 3 tirinhas cada. As tirinhas tem 3 mm de largura x 8 cm de comprimento. Lembre-se de deixar um dos lados sem cortar até o final, como você vê na foto:

7. Agora é só trançar! Você pode cortar no comprimento que preferir, colocando um pinguinho de cola instantânea no final

8. É preferível que os cabelos dos personagens tenham um “movimento”, sem ficar com aparência chapada

9. Para conseguir esse efeito, colo só a beiradinha do cabelo, obedecendo a curvatura da cabeça. É fácil e o resultado fica bem bacana.

10. Pinte os olhos com caneta permanente e faça as bochechinhas usando blush

11. O próximo passo é montar o chapéu de festa junina. Olha só:

12. Cole a aba do chapéu na frente

13. Acerte a altura das trancinhas e cole atrás da cabeça

14. Os rostinhos estão finalizados! A caipirinha de festa junina ganhou dois lacinhos de tecido nas tranças, e o rapaz, um vistoso lenço vermelho

15. Revista palitos de churrasco com EVA amarelo. Fácil: basta cortar uma tirinha de EVA, passar cola só numa ponta e ir enrolando. Para finalizar, mais uma gotinha de cola na outra extremidade.

16. Faça plaquinhas com o nome de quitutes, cole tudo com cola instantânea e bingo!

Peça finalizada:

Dica: Você pode usar essas carinhas em muitas decorações: coladas em porta talheres, em porta guardanapos de papel, para decorar as plaquinhas de sanitário masculino e feminino, em painéis etc. 

 

Créditos: Vila do Artesão / www.viladoartesao.com.br